Isabel Peixeiro

Nasceu com um olhar perguntador e partiu à descoberta pelo mundo da ciência, sempre de livro debaixo do braço. Estudou aquilo que é invisível ao olho humano e investigou o sentido de coisas nonsense

Pelo caminho, construiu-se histórias e contos que escutava ou lia por aí. Agora, passa os dias a experimentar a leitura e a escrita com miúdos e graúdos e jura a pés juntos que as histórias são um fator de crescimento. 

Sempre que pode, deixa-se ficar a ouvir o mar - de olhos fechados para que a imaginação voe mais alto.  

Para a Upa editora escreveu os livros  "Livro do Outono", "Esconde Esconde" e "Pássaros na mão".